Segunda, 06 Fevereiro 2023

Informações do periódico

 

A Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil (RBSMI) / Brazilian Journal of Mother and Child Health (BJMCH) é um periódico de circulação internacional, publicado pelo Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP) com a missão de divulgar artigos científicos abordando a investigação da saúde da mulher, da gestante e da criança nas suas dimensões clínicas e epidemiológicas. Neste sentido está intimamente articulado com os mesmos objetivos do IMIP, sua Instituição patrocinadora.

A RBSMI é a continuação da Revista do IMIP que foi editada ininterruptamente desde a sua fundação em 1987 até o ano 2000.

A presença do Professor Fernando Figueira foi fundamental nestes empreendimentos, como editor médico e fundador da Revista do IMIP e grande incentivador da RBSMI, que ampliou o alcance da Revista do IMIP, tornando-a internacional.

A RBSMI está aberta a pesquisadores na área de saúde de todo o mundo. A maioria dos artigos publicados tem sido oriunda não só do Brasil, como de toda a América Latina, Países Africanos de língua portuguesa, Portugal e Espanha.

 

Processo Editorial

 A seleção de cada artigo obedece rigorosamente ao seguinte procedimento:

Tão logo recebido o manuscrito correspondente, é verificado por uma lista de checagem, o atendimento às exigências editoriais mínimas (missão, escopo e categoria do artigo). Após a checagem o manuscrito é então avaliado pelo editor chefe que o envia ao editor associado, para que seja submetido à análise e parecer de dois revisores Ad Hoc para avaliação do mérito científico. No caso de discordância entre seus pareceres, é solicitada a opinião de um terceiro revisor. Da mesma forma, o editor associado pode, a seu critério, emitir um terceiro parecer.

A partir de seus pareceres e do julgamento do editor associado, do editor executivo e do editor chefe, o manuscrito recebe uma das seguintes classificações: 1) aceito; 2) recomendado, mas com revisão menor; 3) recomendado, mas com revisão maior; 4) rejeitado. Na classificação dois e três os pareceres são enviados ao(s) autor(es), que tem oportunidade de revisão e reenvio à revista acompanhado de carta-resposta discriminando os itens que tenham sido sugeridos pelos revisores e a modificação realizada; e na condição quatro, o manuscrito é devolvido ao(s) autor(es). No caso de aceite, o artigo é publicado de acordo com o fluxo dos manuscritos e o cronograma editorial. Visto que a Revista adota o Sistema ScholarOne para administração do fluxo dos manuscritos, tendo claro conhecimento do processo, os autores podem acompanhar todas as etapas na editoração do seu artigo.

Os artigos submetidos à RBSMI passam por softwares detectores de plágio antes do seu envio para avaliação ad hoc. Dessa forma, para a garantia da originalidade dos manuscritos, poderá existir questionamentos aos autores sobre esclarecimentos de informações identificadas pela ferramenta. Havendo evidências de plágio, prática editorial inaceitável, os autores envolvidos não poderão submeter novos artigos para a revista.

Todos os artigos aprovados submetidos em português ou espanhol serão traduzidos para o inglês. Neste caso, a tradução deverá ser feita por profissionais qualificados que emitam certificação ou indicados pela revista. O artigo traduzido deve vir acompanhado de Certificação do tradutor.

O manuscrito aprovado é editado para revisão da redação científica (clareza, precisão e robustez), gramatical e de estilo. A RBSMI se reserva o direito de fazer alterações ou recomendar revisão gramatical aos autores, para que haja uma comunicação ideal com os leitores.

Antes da publicação do artigo a prova do manuscrito é submetida ao(s) autor(es) para conferência e aprovação final. O artigo só é publicado após a aprovação do texto pelo(s) autor(es). Para o Gerenciamento dos manuscritos a RBSMI utiliza o site - ScholarOne (https://mc04.manuscriptcentral.com/rbsmi-scielo).

O tempo médio de processamento até o aceite para publicação de cada artigo é de seis meses. Recebemos uma média de 120 manuscritos cada trimestre dos quais publicamos entre 12 e 15 artigos mantendo uma média de 7,7% de aceitação por cada edição.

 

A equipe de editoração é integrada por:

Editora Chefe: Lygia Carmen de Moraes Vanderlei

Editor Executivo: Alex Sandro Rolland de Souza

Editores Associados:

Ana Coelho Albuquerque

Ana Laura Carneiro Gomes Ferreira

Ana Ortigoza

Aurélio Antônio Ribeiro da Costa

Gabriela Buccini

Gabriela Cunha Schechtman Sette

Héctor Javier Sánchez Pérez

Leila Katz

Luciana Dubeux

Nathália Paula de Souza

Noemia Teixeita de Siqueira

Paola Soledad Mosquera

Pricila Mullachery

Samir Kassar

Sheyla Costa de Oliveira

Tatiana Eleuterio

 

Editor Assistente: Leila Regina Martins da Silva

Secretária: Michele Késia de França

 

O acervo da nossa Revista está disponível na Base SciELO (https://www.scielo.br/j/rbsmi/grid) desde 2001 não havendo edições anteriores.

Houve vários fatores importantes para o Reconhecimento Nacional e Internacional da Revista, devendo-se salientar os seguintes:

1.      Total empenho do IMIP em manter o periódico com um nível elevado de qualificação;

2.      Busca pelo IMIP de profissionais consultores com expertise em publicações científicas no Brasil e no exterior;

3.      Total compromisso na manutenção de uma equipe de Editores Científicos habilitados nas áreas de escopo;

4.      Indexação desde o seu início na base Scientific Eletronic Library Online (SciELO) e a seguir em 12 outras bases internacionais, inclusive a Scopus;

5.      Associação e participação ativa na Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC), da qual é sócia e integrou com um secretário geral durante 4 anos;

6.      Manutenção de um padrão uniforme de qualidade técnica e editorial (Layout, Formato, Pontualidade de publicação e regularidade do cronograma);

7.      Contato regular e atendimento às recomendações técnicas do SciELO;

8.      Empenho da equipe de produção editorial com preparo técnico na área, e altamente integrada;

9.      Integração aos requisitos internacionais de boas práticas para editoração científica (aspectos éticos com respeito aos autores e todos envolvidos na publicação: CCby, DOAJ, Orcid, etc.)

10.    Sendo certificada cientificamente pelas indexações nas Bases SciELO e Scopus, mantém-se ocupando um dos cinco primeiros lugares entre mais de 60 Revistas de Saúde ali indexadas. No Scopus tem um índice H no nível 21;

11.          No ranking Qualis Capes é classificada com o B1 na área de saúde coletiva e enfermagem; B2 em educação física e psicologia; e B3 em medicina III e nutrição.

Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira - IMIP
Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil
Rua dos Coelhos, 300 Boa Vista
Recife, PE, Brasil CEP: 50.070-902

Email:

revista@imip.org.br
+55 81 2122-4141